quarta-feira, 12 de março de 2008

DICIONÁRIO LULÍSTICO.

Você entende tudo que nosso excelentíssimo presidente da república fala? Não? Então para te ajudar, coloco aqui algumas pérolas traduzidas do sapo barbudo.

Se você conhece alguma, mande nos comentários. Vamos escrever juntos o Grande Dicionário da Língua Lulística.









Alopatia
= Dar um telefonema para a tia.
Abreviatura = Ato de se abrir um carro de polícia.
Açucareiro = Revendedor de açúcar que vende acima da tabela.
Bacanal = Reunião de bacanas.
Barbicha = Boteco para gays.
Caatinga = Cheiro ruim.
Cálice = Ordem para ficar calado.
Caminhão = Estrada muito grande.
Canguru = Líder espiritual de um cachorro.
Catálogo = Ato de se apanhar coisas rapidamente.
Compulsão = Qualquer animal com pulso grande.
Cortiço = Ato de cortar alguma coisa
Depressão = Espécie de panela angustiante.
Destilado = Aquele que não está do lado de lá.
Detergente = Ato de prender indivíduos suspeitos.
Determina = Prender uma moça.
Esfera = Animal feroz amansado.
Evento = Constatação de que realmente é vento, e não furacão.
Exótico = Algo que deixou de ser ótico, passou a ser olfativo ou auditivo.
Formiga = Tradução do Inglês: “Para uma Amiga”.
Genitália = Órgão reprodutor dos italianos.
Homossexual = Sabão utilizado para lavar as partes íntimas.
Leilão = Leila com mais de dois metros de altura.
Locadora = Uma mulher maluca, de nome Dora.
Novamente = Diz-se de indivíduos que renovam a sua maneira de pensar.
Obscuro = “OB” na cor preta.
Psicopata = Veterinário especialista em doenças mentais de patas.
Quartzo = Partze ou aposentzo de um apartamentzo.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget